4 de abr de 2010

Nerds - Salto Mortal

Eu sempre achei que todo livro que tivesse um meio muito bom teria um final também muito bom. Como eu era ingênua! Nessas férias de janeiro eu li Salto Mortal da Marion Zimmer Bradley "uma das minhas autoras preferidas" e quando eu cheguei ao final eu quase morri.
O livro é perfeito dês da capa, passando pela grossura, contando com a sinopse, ate a pagina 800 e pouco.
O livro se passa durante os anos 40 e 50 em um circo. E é a historia sobre dois trapezistas que se apaixonam. Sim, é um romance gay.
Eu acho que foi isso que mais me atraiu no livro, quer dizer quantos romances gays existem? Alem disso se passa numa época da qual eu gosto muito e num circo. Então a historia tem toda aquela magia do circo com o glamour da década 40/50 com a diferença de ser gay.
O livro começa quando o Tommy ainda é criança, e conta quando ele começou a voar no trapézio, quando ele descobriu que era gay, que era apaixonado pelo Mário, e conta o começo da relação dele com o Mario.
A relação dele com o Mario ate que era fofinha "admito que chorei algumas vezes" e era meio caliente, com algumas cenas detalhistas, mas não detalhista o suficiente para eu descobrir quem era o ativo e quem era o passivo "frustração da minha vida".
Apesar do final eu realmente recomendo o livro. Vale a pena comprar em sebo que é bem mais barato e é pouco provável que se ache em uma livraria, a edição que esta circulando é a de 1999, alem disso o livro é muito caro, 79 reais. Talvez seja um erro do site, mas no site da livraria cultura o livro ta por 9 reais "mais barato que os livros em boa qualidade dos sebos".
Paginas nunca foram um desafio para mim, pelo contrario quanto mais paginas mais estimulo eu tenho de terminar um livro, mas talvez seja bom avisar o livro tem quase 900 paginas, se bem que tem letras grandes.
Um ultimo comentário sobre o final, eu realmente acho que a Marion devia estar com dor de barriga quando escreveu ele, ou talvez nem tenha sido ela que escreveu, esse tipo de final não faz muito o gênero dela. Só que tem varias pessoas que gostaram e vão gostar do final. Eu pessoalmente, com exeção dos chick lit, não sou muito fã de finais felizes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário