24 de set de 2010

Nerds - Meg Cabot (part II)

Hoje vou postar sobre 3 livros lançados recentemente (leia-se não tão recentes assim) da minha autora preferida de todos os tempo, Meg Cabot. E apesar de ser minha autora preferida esses três livros em questão foram meio decepcionantes.
Aprendendo a seduzir: Eu estava louca por esse livro, já tinha lido um livro (A Rosa do Inverno) do mesmo gênero da Patricia (Meg) Cabot e eu tinha adorado. Com esse eu fiquei um tanto decepcionada.
Lady Caroline estava em um baile e encontra seu noivo beijando (beijando é um eufemismo, viu!) outra mulher. Ai ela decidi ter aulas de como seduzir com o homem mais mulherengo da cidade, porque se ela aprendesse como seduzir o noivo dela não iria mais trair ela.
Eu adorei a sinopse e eu estava super ansiosa com esse livro, mas o mistério ( todo romance histórico tem o mistério de um crime) que tem no livro é meio sem noção e tudo bem que eu já esperava por um romance cliché (eu posso conviver com o cliché) mas amor verdadeiro em menos de um mês eu não consigo engolir muito bem. Eu fiquei bem surpresa quando descobri que A Rosa do Inverno foi lançado antes de Aprendendo a seduzir, ARdI parecia bem mais maduro que AS. Ah! É claro que o livro tem cenas calientes, mas digamos que elas são legais mas tão longe de serem as melhores que eu já li.
Ela foi ate o Fim: Lou Calabrese é uma roteirista que sofre um acidente de avião e fica perdida no meio do Alasca com um ator que ela detesta, alias o sentimento é reciproco).
A sinopse é linda, o livro engraçado, a parte de ação é legal, cenas bastante caliantes, tudo seria perfeito se ele (o ator gostosão que o Lou detesta no começo do livro) não resolvesse pedir ela em casamento depois de uma semana convivendo juntos. Isso foi muito, mas muito forçado, MESMO. Mas apesar disso o livro é legal, só não é o melhor que o Meg já escreveu.
Cabeça de vento: Em (o nome dela é Emerson, tem uma explicação plausível pelo nome masculino) é uma nerd, viciada em jogos de computador e apaixonada pelo melhor (e único) amigo. Um dia ela estava numa loja ai uma TV cai nela, o corpo dela fica destruído ai fazem um transplante cerebral nela para o corpo sem cérebro disponível no momento, o corpo de uma super modelo. Por alguns motivos ela tem que agir como se fosse a tal modelo. O problema é que a vida de modelo não é tão fácil assim, Nikki (Nikki é o nome da modelo) tem um namorado do tipo vai-e-volta, Nikki pega o namorado da amiga e tem um canto britânico super gato que esta dando em cima dela. Mas o pior de tudo é ela não poder agir com o melhor amigo dela como ela sempre agiu, já que tecnicamente eles não se conhecem.
Esse livro não chegou a ser uma decepção, do meio pro final do livro a historia é fantástica (talvez eu tenha exagerado um um pouco, troquem fantástica por realmente muito bom) tem romance, muita comédia e tudo o que os livros da Meg tem. O único defeito que eu achei (que nem chega a ser um defeito, porque metade dos livros são assim) foi o começo do livro. O começo foi meio morno, o que nunca acontece com os livros da Meg.
O livro faz parte de uma serie (ainda não descobri se é serie ou triologia) com outros dois livros já lançados nos EUA.
E isso é tudo pessoal....

Nenhum comentário:

Postar um comentário