30 de nov de 2010

Nerds - O Xango de Baker Street

Neste livro surpreeendente, Jô Soares alia uma rigorosa pesquisa historica sobre a vida no Rio de Janeiro do Segundo Reinaldo à sua inventidade sem fronteiras. Romance comico-policial, O Xango de Baker Street constitui uma engraça mistura de cenario muito preciso do passado – a capital do país por ocasião da primeira visita da legendaria atriz francesa Sarah Bernhardt –, figuras conhecidas da historia politica e cultural do país, como Olavo Bilac, Chiquinha Gonzaga, Paulo Nei, D. Pedro II, e personagens de ficção – Sherlock Holmes e o indefectivel Dr. Watson –, importados para desvendar o desaparecimento inconveniente de um violino Stradiavarius que que deixara o imperador em palpos de aranha. Mas as ilustres criaturas de Conan Doyle acabaram sendo  requisitados para solucionar uma serie de crimes hediondos e enigmaticos. O resultado é um livro delicioso, em que as modas e os custumes da capital imperial no seculo passado vêm acompanhadas de algumas suposiçoes mais ousadas, com, por exemplo, a de o Brasil ser o berço do primeiro serial killer da historia. Por sua vez, o texto vai do jocoso dos dialogos e da gozação do francesismo brasileiro de então ao hilariante de diversas cenas, revelaçoes estarrecedoras sobre a vida alimentar, farmacolohgica e sexual do famoso detetive da rua Baker. O sherlock de Jô descobrirá as delicias sensuais dos tropicos, aprenderá alguns costumes nativos, exercera seus brilahntes dotes dedutivos (para espanto e incredulidade), mas sera obrigado a adimitir que os crimes abaixo do Equador não são tão elementares, meu caro leitor

Eu me apaixonei pelo texto de comtra capa do livro, acho que deve ter sido umas abas mais bem escritas que eu ja vi. Algumas imformações que a aba não da é que o violino foi roubado da baronesa de Avare, Amante de D. Pedro ( a baronesa é uma personagem ficticia) e que a partir dai mulheres começaram a serem mortas e em todas elas foi encotrada uma corda de violino.

O livro é genial, durante o livro tem algumas sacadas – como a criação do termo serial Killer, a criação da caipirinha e no final a ligação entre o serial killer da historia e um certo serial killer ingles – que são genias, muito inteligentes mesmo.

Como eu nunca li nenhum livro do Lord Conan Doyle eu não posso dizer se o Holmes e o Watson mantem suas personalidades dos livros originais, mas o que eu posso afirmar é que o Sherlock do Jô é meio sem noção, meio Jack Sparrow da vida, o que torna as coisas mais engraçadas.

O livro é engraçado, empolgante, misterioso e acima de tudo inteligente, um perfeito livro de serial killer. E para quem gosta do genero Perfume – A histroia de um assasino e os livros da autora TESS GERRITSEN são super recomenados.

Ps: O filme sobre o livro O Xango De Baker Street é muito bom, por causa dele que eu começei a ler o livro. 

Parceria com a editora ID

Hoje eu recebi um email da editora ID dizendo que o MEU blog foi selecionado para ser parceiro deles. Ai em breve eu vou receber o regulamento para poder oficializar a parceria.
Eu estou muitoooo feliz, de verdade. Quando eu me inscrevi eu achei que não ia dar em nada porque outros blogs melhores deviam ter se inscrito, então quando eu li o email a minha surpresa foi enorme, eu tive que ler mais uma ou duas vezes para acreditar que a ID não tinha se enganado e mandado para o email errado.
Para comemorar meu próximo (leia-se próximo post depois do post que eu vou postar hoje) post vai ser ou de Sábado Sem Noção ou de Personal Demons – Amor Infernal, ambos livros da ID.

29 de nov de 2010

Nerds - Tempo dos Anjos

Cada vez mais se vê livros de anjos nas prateleiras das livrarias ocupando o lugar que antes pertencia aos vampiros. Agora imaginem a ironia da maior escritor de vampiros escrever sobre quem esta substituindo a sua mina de ouro.

Anne Rice foi consagrada no final dos anos 70, começo dos 80 com Entrevista com Vampiro e depois com mais livros fantásticos sobre vampiros e também sobre bruxas (acabei de comprar pela cultura) além de outros series fantásticos. Em 2005, depois da morte de seu marido, ela abandonou o ateísmo e abraçou a fé católica, seus livros desde então tem uma tendência mais para o religioso (principalmente no livro que ela escreveu que conta a vida de jesus). Mas esse ano ela disse que descordava da igreja católica e decidiu se afastar dela, mas ela ainda vive em um mundo de fé e etc, em fim vejam a entrevista dela para a Época, agora voltemos ao livro:

Tempo dos anjos apresenta um assassino de aluguel, Toby O'Dare, que um dia, logo após cometer um crime, recebe a visita de seu anjo da guarda, Malchiah, oferecendo a ele a chance de se redimir de seus pecados. O'Dare, que um dia aspirou entrar para o seminário, mas teve sua vida virada pelo avesso após uma tragédia pessoal e tornou-se um homem frio, inicia então uma viagem no tempo, sendo levado à Inglaterra do século XIII, onde torna-se protetor de um casal judeu erroneamente acusado de ter assassinado a própria filha, convertida ao cristianismo. Repleto de reflexões morais e religiosas, Tempo dos anjos aborda a dificuldade humana para conciliar amor, fé e razão.

Eu ainda não li o livro e talvez acabe nem lendo, mas eu postei sobre ele porque eu achei a sinopse interessante. As criticas sobre o livro são positivas, principalmente quanto a parte histórica, as criticas dizem que as descrições dela sobre a idade media são fantásticas. Fica a dica para quem gosta do gênero.

21 de nov de 2010

Nerds - Percy Jackson e o Ladrão de Raios

Um tempo depois de ter sido lançado Harry Potter e as Relíquias da Morte, eu comecei a me sentir meio carente de livros com aventura e com o lançamento do penúltimo filme do Harry essa carência aumentou. E eu também me sinto meio carente em relação a series de livros, quer dizer Harry Potter já acabou, Diário da Princesa acabou, Crepúsculo acabou, Sociedade Secreta Rosa&Túmulo acabou, A Mediadora e Desventuras em serie já acabaram faz tempo e Becky Bloom já deve estar nos seus últimos livros. As vezes quando eu termino de ler uma serie (principalmente uma que eu já leio a muito tempo) eu sinto como se as coisas não se completassem, como se tivesse um vazio dentro de mim. Desde que as minhas series acabaram eu comecei a ler outras (Fallen, Anita Blake, Cabeça de Vento...) só que eu ainda não tinha encontrado o meu livro de aventura. Ai eu vi o filme e fiquei com vontade de ler o livro, eu sempre gostei de mitologia grega e eu estava com aquela minha carência.Com Percy Jackson eu senti que o vazio que Harry tinha deixado em mim, foi meio preenchido. Meio, não totalmente.

Percy (Percy é apelido, o nome mesmo dele é Perseu) é um garoto de 12 anos com diagnóstico de dislexia e transtorno de deficit de atenção. Ele é considerado um garoto meio rebelde, mudando de escola a cada 6 meses mais ou menos, mas a culpa não é dele se coisas estranhas sempre acontecem com ele. Um tempo depois da professora de álgebra tentar matar ele, a mãe e o melhor amigo dele levam ele pro acampamento de verão dos Meios-sangue e lá ele descobre que é um semi-deus, filho de Poseidon (que em tese estava proibido de ter filhos com mortais) e ele também descobre que o Raio Mestre de Zeus foi roubado e ele acaba saindo em missão para resgatar o raio de Zeus junto com o melhor amigo dele (Grover) e uma nova amiga ( Annabeth, filha de Atena). No meio do caminho eles enfrentam vários seres mitológicos, além de encontrar alguns deuses.

Aventura e ação são o segundo nome da serie, e o livro também é meio engraçado, principalmente quanto aos nomes dos capítulos (Sem querer transformo em pó minha professora de iniciação a álgebra, como me tornei o rei supremo do banheiro, um deus paga um cheeseburger para nos, de certa forma descobrimos a verdade, Meu melhor amigo compra um vestido de noiva...) O livro é contado em 1° pessoa e o maior defeito do livro é que as vezes você pensa: "Atá... e ele tem só doze anos ?". Mas isso é só um detalhe, no geral o livro é muito legal e bastante empolgante. E para a minha felicidade eu encontrei uma nova serie para ler, que a propósito ano que vem vai ser lançado o 1° livro da 2° serie sobre os olimpianos e o acampamento Meio-Sangue.

17 de nov de 2010

Nerds - Ninguem como Você

Sabe aqueles livros de 200/300 paginas com milhares de microcapítulos que você lê em um dia??? NcV é bem assim.
Holly é uma garota que esta no ultimo ano do colégio, sem nenhum namorado, com uma mãe que morreu de câncer e com apenas um amigo (Nils) ela é o oposto das garotas populares. O livro começa com ela perdendo a virgindade no banco de traz de uma mercedes cheirando a cigarro com um cara que tem namorada, uma namorada que é da turma das populares. Depois de alguma insistência dele, eles viram amantes, mas depois de um tempo ele começa a fazer mal para ela e para piorar ela conhece a namorada dele (que tem um nome muito estranho e difícil de se lembrar) que é um amor de pessoa. O melhor amigo dela também é um problema, ele resolveu virar um galinha, do tipo que esta com uma menina diferente a cada dia. E também tem o fato que a mãe dela morreu de câncer seis messes antes da historia começar.
Eu achei maravilhoso o jeito que a autora abordou o tema câncer; Holly ficou totalmente complanada com isso, ela vive passando as mãos no peito para ver se acha algum caroço e ela morre de medo de pegar câncer, na verdade ela morre de medo de morrer. Achei que toda essa questão câncer/medo de
morrer tornou a Holly humana e real, afinal que atire a primeira pedra quem não tem medo da morte. Outra coisa que eu adorei foi a relação da Holly com o Nils. Eles são muito amigos mesmo e ele é um amor de pessoa com ela, não há ninguém como ele. E eu não posso falar mais porque o livro é realmente pequeno.
O livro me deixou bastante impressionada; a historia não se foca em romance ou amizades, a historia fala dos dois e principalmente da vida e sobre a Holly, fala sobre crescer, cometer erros, se enganar e um pouco sobre a morte e como enfrenta-la. Falando desse jeito ate parece que o livro é cliché, só que ele é o oposto disso e eu acho que foi por isso que ele me impressionou e impressionou tantas outras pessoas.

13 de nov de 2010

Algo Mais - 18 to Life

18 to Life é uma serie canadense e bem nova (esta no 6° episódio) e também curta (tem certa de 20 minutos cada episódio), mas apesar de tudo isso a serie é genial, ela é muito engraçada e de um jeito inteligente.
Jessie Hill e Tom Bellow são melhore amigos e também namorados, eles tem 18 anos e em um belo dia em um parque, eles estavam brincando de verdade e desavio e ela desafia ele a pedi-la em casamento. Ele acaba pedindo e os dois resolvem se casar, só que os pais deles não gostam disso; os pais dele acham um absurdo eles se casarem com 18 anos ate porque eles devem se focar nos estudos e os pais delas acham um absurdo eles se casarem porque o casamento é uma coisa de burguês e etc... A propósito eles são hippies. Os pais acabam se unindo para tentar separar os dois e isso gera situações bem divertidas.
A serie é engraçada, inteligente, fofa também e os personagens são otimos , é quase um absurdo a serie ter só 20 minutos por episódio.

12 de nov de 2010

Nerds - Diário de uma Paixão

Eu não sou muito fã do Nicholas Sparks por milhares de motivos, mas ate que eu gostei de Diário de uma Paixão. O motivo para eu estar falando de um livro que foi lançado a muito tempo atrás e que a maioria das pessoas viu o filme (que alias é lindíssimo) é que o livro não tem uma edição brasileira, essa edição só vai ser lançada agora dia 15 desse mês, pela editora Novo Conceito (editora que lançou outros 3 livros do Nicholas Sparks aqui no Brasil) e o livro tem uma capa linda, na minha humilde opinião capa mais bonita que a portuguesa.

Para quem não viu o filme DduP é uma historia linda de paixão que começa em 1932, Allie é uma garota rica que vai passar as ferias de verão na Carolina do Norte e lá ela encontra um summer love, o Noah, que é um amor mas é pobre. Acaba o verão eles, se separam, mas prometem trocar cartas. Por ele ser pobre a mãe dela começa a interceptar as cartas que ele mandava pra ela. 14 anos se passam ele serve na 2° guerra como soldado e ela como enfermeira, durante a 2° guerra ela encontra um cara e eles ficam noivos, só que pouco antes de seu casamento, ela uma noticia no jornal sobre o ex amor dela e decide procura-lo.

Faz tempo que eu li, mas eu não me lembro de ter encontra muitas diferenças do livro pro filme e eu não achei o livro tão carola quanto os outro livros do Nicholas Sparks. Quem gostou de a Ultima Musica e Querido John com certeza vai amar esse

7 de nov de 2010

Idiotas - Classicos Fantasticos

A editora Lua de Papel (mesma editora de Jane Austen - A Vampira e daquela versão de o Morro dos Ventos Uivantes que na capa fala do Edward e da Bella) seguindo a linha dos americanos que estão parodiando os livros da Austen e mais alguns, também parodiou 4 dos nossos clássicos brasileiros; Senhora, O Alienista, Dom Casmurro e Escrava Isaura. Aqui vai a sinopse dos 4 livros.
Senhora, A Bruxa - Aurélia Camargo é poderosa, rica, linda e solteira, ela consegue enfeitiçar todos os homens à sua volta. Uma mulher assim tinha que esconder algum segredo. Nesta versão do romance o folhetim de época vira uma trama sobrenatural, com elementos de magia. A vingança de Aurélia contra o ex-namorado agora é elaborada com a ajuda das misteriosas irmãs Blair - feiticeiras que há mais trezentos anos semeiam a discórdia entre os pobres casais apaixonados. Aurélia, neste livro, está envolvida no plano maligno das irmãs Blair, feiticeiras celtas em busca de vida eterna e para realizar a poção mágica que as fará viver para sempre, as bruxas precisam conseguir: 4 lágrimas de amor, 2 juras de ódio e 1 gota de sangue (obtida em ferimento feito pelo ser amado, com objeto de prata e na intenção de matar).
O Alienista Caçador de Mutantes - é uma versão revisitada de um dos contos de Machado de Assis. A vila de Itaguaí é alarmada pela queda de uma nave espacial e por uma névoa que causa mutações alienígenas. Quem cuidará do caso é o médico Simão Bacamarte, que recebeu do povo a
alcunha de alienista, uma combinação de alien com especialista.
Dom Casmurro e os Discos Voadores - A personagem Capitu, de Machado de Assis, tinha como principal característica os dissimulados olhos de ressaca. Nesta versão de 'Dom Casmurro', o mistério por trás dos olhos de Capitu vai além, está diretamente ligado ao mar. A trama romântica sofre a interferência de seres alienígenas e andróides, disfarçados sob os personagens originais de Machado. Cabe ao leitor, identificar quem é quem. Bentinho não está apenas envolvido no triângulo amoroso, mas numa disputa de forças intergalácticas. Um combate entre as evoluídas civilizações reptiliana e aquática, que habitam o planeta Terra há milhões de anos.
Escrava Isaura e o Vampiro - Este é um livro de humor e terror. Se fizer a leitura à noite, deixa a luz acesa, vampiros e zumbis atacam no escuro, além de ser difícil de ver as letras. Criado por Jovane Nunes, encontra sua melhor descrição nas palavras do próprio autor: “Esta obra horripilante é baseada em fatos mentirosos e qualquer semelhança com a realidade é mera criação do autor. Digo isso para fugir de qualquer tipo de reclamação na justiça. Meus advogados e a própria editora me aconselharam a tomar esse cuidado. É possível que algum vampiro se sinta prejudicado em sua imagem e queira me processar. Quanto a isso, deixo claro que não tenho nada contra os vampiros. Particularmente, não gosto de beber sangue, mas não tenho nada contra quem faz isso socialmente”.
Parodias costumam ter algum humor (o autor de escrava Isaura e o vampiro pelo menos mostrou ter) e pra quem é fã sempre é legal ler esse tipo de livro. Eu, por exemplo, estou louca para ler Senhora, a Bruxa.

3 de nov de 2010

Nerds - Love Story

Acho que todo mundo que costuma ir em algum lugar que vende DVDs e ir naquela parte que tem as promoções (a partir de 9,99 diz a placa, só que só tem 2 ou 3 DVDs que realmente custam 9,99) já deve ter visto sobre um filme chamado Love Story. Mas o post de hoje e sobre o livro que deu origem e não sobre o filme.
Esse post (mais uma vez) vai para a lista de livros que eu ainda não li, pretendo ler e posto antes de ler
O livro é americano e foi lançado em fevereiro de 1970, o livro acabou virando um best-seller nos Estados Unidos e foi traduzido para mais de 20 línguas, em dezembro do mesmo ano o livro virou filme e 7 anos depois o livro ganhou uma continuação. A propósito o autor se chama Erich Segal.
Oliver Barret, descende de uma família de ricos e famosos. Ele detesta o pai e adora futebol americano. Por outro lado, Jennifer Cavilleri, descende de uma família que não é rica nem famosa. Ela adora profundamente o pai e aprecia música e artes. E os dois acabam se apaixonando e se casando e pelo que eu li a historia é daquele tipo de drama que faz você chorar como se o mundo fosse acabar, mas aparentemente o livro também é meio divertido.
Como sempre tem criticas a favor e contra; uns dizem que o livro é cliché
outros que o livro é totalmente fofo e maravilhoso. O filme eu sei que foi indicado para 7 oscar e muitos consideram um dos filmes mais lindos de todos os tempos. Mas ate ai quem é louco o suficiente para julgar um livro pelo filme?
Eu fiquei realmente com vontade de ler o livro, só que ou a tradução nunca chegou aqui no Brasil ou chegou mas se esgotou e não quiseram publica-la de novo. Então quem quiser ler o livro ou pela internet ou em inglês.
Dessa vez no lugar da capa do livro eu preferi colocar um vídeo com fotos do filme. Vejam com carinho!