17 de nov de 2010

Nerds - Ninguem como Você

Sabe aqueles livros de 200/300 paginas com milhares de microcapítulos que você lê em um dia??? NcV é bem assim.
Holly é uma garota que esta no ultimo ano do colégio, sem nenhum namorado, com uma mãe que morreu de câncer e com apenas um amigo (Nils) ela é o oposto das garotas populares. O livro começa com ela perdendo a virgindade no banco de traz de uma mercedes cheirando a cigarro com um cara que tem namorada, uma namorada que é da turma das populares. Depois de alguma insistência dele, eles viram amantes, mas depois de um tempo ele começa a fazer mal para ela e para piorar ela conhece a namorada dele (que tem um nome muito estranho e difícil de se lembrar) que é um amor de pessoa. O melhor amigo dela também é um problema, ele resolveu virar um galinha, do tipo que esta com uma menina diferente a cada dia. E também tem o fato que a mãe dela morreu de câncer seis messes antes da historia começar.
Eu achei maravilhoso o jeito que a autora abordou o tema câncer; Holly ficou totalmente complanada com isso, ela vive passando as mãos no peito para ver se acha algum caroço e ela morre de medo de pegar câncer, na verdade ela morre de medo de morrer. Achei que toda essa questão câncer/medo de
morrer tornou a Holly humana e real, afinal que atire a primeira pedra quem não tem medo da morte. Outra coisa que eu adorei foi a relação da Holly com o Nils. Eles são muito amigos mesmo e ele é um amor de pessoa com ela, não há ninguém como ele. E eu não posso falar mais porque o livro é realmente pequeno.
O livro me deixou bastante impressionada; a historia não se foca em romance ou amizades, a historia fala dos dois e principalmente da vida e sobre a Holly, fala sobre crescer, cometer erros, se enganar e um pouco sobre a morte e como enfrenta-la. Falando desse jeito ate parece que o livro é cliché, só que ele é o oposto disso e eu acho que foi por isso que ele me impressionou e impressionou tantas outras pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário