25 de dez de 2010

Feliz Natal

Feliz Natal, para mim, para você, para todo o mundo. Muitos presentes e talvez algum livrinho ou o DVD da 1° temporada de glee, ou da de Vampire Diaries, ou da terceira temporada de Gossip Girl….

Estou indo viajar hoje e volto dia 1, portanto sem posts durante esse tempo, mas eu vou tentar agendar um post para dia 1.

Já que é Natal eu vou deixar um vídeo natalino que eu vi no youtube e adorei.

16 de dez de 2010

Nerds - Phaenomen

Depois de alguns anos rondando livrarias eu comecei a jurar que os franceses não escreviam mais livros, o que é muito triste porque a França teve vários grandes escritores e também deve ser maravilhoso ler uma historia passada na Paris de hoje.

Mês passado pesquisando sobre um livro para poder postar no blog eu descobri sobre dois livros franceses que parecem ser maravilhosos (mas eu não vou falar sobre eles ate eu comprar e lê-lós). Ontem eu estava no shopping, não tinha nada para fazer fui para a Saraiva (obvio¬¬) ai eu vi um certo livro chamado Phaenomen e com uma capa maravilhosa e autor francês!!

Para o pessoal da Clínica do Lago, Violaine, Claire, Nicolas e Arthur são simplesmente quatro adolescentes loucos, estúpidos e inúteis. Isso até que o único médico que realmente se importa com eles é sequestrado e os jovens resolvem escapar da clínica para encontrá-lo. Repentinamente, os quatro são levados a uma aventura incrível e tem de enfrentar seus medos para salvar o Dr. Barthélemy. Em uma saga de tirar o fôlego, os jovens se dão conta que também estão prestes a descobrir um dos maiores segredos do século XX. A vida deles nunca mais será a mesma. A história da humanidade também não. Uma perseguição emocionante, em que os quatro adolescentes terão de mergulhar na fonte de suas supostas deficiências para descobrir que, na verdade, elas são seus grandes poderes sobrenaturais e sua única esperança. Um eletrizante suspense com aventura, mistério e amizade.

O autor (Erik L'Homme) já teve outras obras lançadas inclusive (milagres dos milagres) lançadas aqui no Brasil. Phaenomen foi lançado em 2006 na França e este ano aqui no Brasil. Para quem gosta de aventura talvez este livro seja um bom pedido ao Papai Noel.

13 de dez de 2010

Nerds - Todo Mundo Que Vale A Pena Conhecer

Todo Mundo Que Vale A Pena Conhecer da mesma autora de O Diabo Veste Prada é um livro maravilhoso. Vamos à sinopse com algumas adaptações feitas por mim:

Bette Robinson só anda apressada pelas ruas de Manhattan, correndo pra baixo e pra cima, em seu emprego "semi-escravidão" no banco UBS. Ela já está cansada das 80 horas de trabalho semanais, do cubículo claustrofóbico e das detestáveis frases-do-dia de seu igualmente detestável chefe. Aos 27 anos, a impulsiva Bette tem a certeza de que não vai sentir saudades do emprego. E decide arriscar: simplesmente pede demissão, diz adeus e bye-bye. Graças a um tio colunista social, Bette conhece a diretora da Kelly & Company, a agência de RP e Eventos mais bacana de Nova York. De uma hora para outra, ela tem um emprego novinho em folha, cuja principal exigência é ver e ser vista. As novas responsabilidades de Bette passam a ser morra de inveja! - frequentar as boates mais descoladas de Nova York e organizar as festas mais concorridas, de preferência as que atraiam celebridades como Jerry Seinfeld, Jay-Z e James Gandolfini. Bette então aprende a não piscar diante dos rostos famosos, dos cartões de crédito Platinum, das garrafas de Cristal ou dos paparazzi. Logo ela está namorando (namorando de mentirinha) um playboy (advogado inglês playboy) de reputação duvidosa,(que eu sempre soube o que ele era) o que é ótimo para sua carreira, porém péssimo para a sua vida pessoal - porque acaba afastando (sua melhor amiga) o único cara decente que ela encontra (Na verdade o seu trabalho a aproxima a ele, mas ela só encontra - ou pelo menos agente só percebe que ele é o par romântico dela -  na metade do livro, serio isso só acontece depois da pagina 200). Ainda assim, como seus colegas de trabalho vivem dizendo: Como reclamar de um emprego em que você ganha para se divertir? Ela concorda, até o momento em que seu nome começa a aparecer em colunas de fofoca (Em uma coluna de fofocas). É quando sua vida toma todo um novo significado, e ela descobre que a linha entre a vida particular e a profissional é... invisível.

Para ser sincera eu gostei mais deste livro do que de O Diabo Veste Prada, achei que TMQVaPC bem mais estilo chick lit do que ODVP, achei que teve mais romance e bem mais humor, além de ter a ironia que eu tanto adoro. Eu o definiria como um perfeito exemplo de Chick lit.

PS: Vou colocar a capa americana porque  ela segue o estilo das outas capas da autora. Um salto alto.

10 de dez de 2010

Nerds - Em Outrolugar

Para onde nós vamos quando morremos? A maioria das pessoas acha que é para o céu ou o inferno, os gregos acreditavam que nós iamos para o mundo inferior – o mundo de Hades – Eu particularmente acho que a morte é um grande blackout e quando você morre você passa a existir somente na memoria das pessoas. Para ser sincera eu não gosto muito de achar isso, eu queria poder acreditar que quando agente morre agente volta e renasce na Terra de novo, a vida é tão curta que parece uma injustiça vive-lá só uma vez.

Em Outrolugar é um livro que trata desse assunto. Liz é uma menina de 15 – quase 16 – anos que morre atropelada por um taxi. Quando Liz acorda, ela esta em um navio indo para Outrolugar. Outrolugar é para onde todos vão quando morrem, lá as pessoas envelhecem ao contrario, ou seja se você morre aos 16 em vez de você fazer 17 você faz 15 de novo e assim vai ate você virar um bebê e voltar para a Terra para renascer como outra pessoa.

Liz vai para outro lugar e conhece sua avó Betty lá e também faz uma amiga, mas Liz ainda esta muito presa na Terra e ela entra numa depressão enorme, quer dizer, ela morreu aos 15, ela ainda tinha toda uma vida na Terra e os amigos e a família dela ficaram todos na Terra, além disso Liz sente muita falta de nunca ter se apaixonada, ao menos não de verdade. Despois de algum tempo de crise ela conhece Owen – ele era bombeiro e morreu em um incêndio aos 26 anos, quando Liz chega a Outrolugar ele tem 17 – surpresa da surpresas… Eles se apaixonam! Mas é logico que eles têm que enfrentar alguns problemas se não o livro não teria graça.

Em resumo, o livro é uma boa leitura se você gosta do assunto e se você gostou da resenha. Na minha opinião´não é um livro que eu tenha morrido de amores mas é um livro que algum dia eu vou reler.

9 de dez de 2010

Idiotas - Como se Tornar o Pior Aluno da Escola

Eu li esse livro faz décadas, juro que não sei como ainda não postei sobre ele. Aqui vai a sinopse Ctrl + C Ctrl + V da saraiva.

Danilo Gentili foi o pior aluno da escola. Em seu histórico escolar acumulou 78 assinaturas no livro negro, 12 suspensões e 1 expulsão. Na infância ele já dava mostras de seu futuro: aos 4 anos fez sua primeira piada inconveniente e aos 7 começou a desenhar planos terríveis. Apesar de ter sido expulso algumas vezes da sala de aula da faculdade, conseguiu formar-se em Comunicação Social. Após a expulsão de vários empregos, ajudou a erguer o cenário da Comédia Stand-up no país e foi convidado para integrar o programa de humor CQC – Custe o que Custar. Em sua primeira matéria para o programa conseguiu ser expulso do zoológico e a primeira vez em que visitou Brasília foi expulso do Congresso.  Ou seja, se existe alguém neste mundo que sabe como é ser o pior aluno e, ainda assim, se dar muito bem, este sujeito é Danilo Gentili, que, além de tudo isso, acaba de lançar seu primeiro livro: Como se tornar o pior aluno da escola - Manual completo, ilustrado, revisado e não recomendado para estudantes, com textos e ilustrações de sua autoria (os anos de rabiscos pelos cantos dos cadernos tinham que render alguma coisa!).

“Ser o melhor aluno da escola é para os fracos! O estudante nota 0 exemplar aguenta bravamente a patrulha dos certinhos, tira de letra as punições e terá em sua sala de troféus as mais variadas advertências e suspensões, tornando-se uma lenda para as próximas gerações escolares. Você está preparado para se tornar o pior aluno que a escola já viu? Então seja bem-vindo a este curso intensivo.” - Danilo Gentili

O livro ensina novas táticas de cola, modos de matar aula, (apesar que todo mundo sabe que não é agente que mate aula e sim ela que nos mata) inventar nome para os colegas, copiar trabalho da internet e outras 19 coisas. Ao todo o livro conta com 23 lições e todas eles ensinadas com muito humor. O livro perfeito para se ler naquela aula inútil tipo educação artística ou ensino religioso ou filosofia, ou matemática, português, química…

7 de dez de 2010

Nerds - Fugalaça (part II)

Em outubro eu postei a sinopse do livro com um pouco de medo do livro não ser bom. Hoje eu terminei de ler e eu gostei do livro – gostei muito do livro – ele é diferente do que eu estou acostumada a ler.

A minha primeira ressalva contra o livro foi “ai meu deus a autora é brasileira “ eu já li alguns – para ser sincera muito poucos - livros da literatura brasileira atual - do romantismo e realismo brasileiro eu já li vários - e claro que gostei de alguns e me decepcionei com outros. A questão é que eu costumo ler livros americanos, ingleses, franceses, sempre internacionais e para ler um livro brasileiro sobre uma garota de 16/17 anos eu tive que engolir uma pequena porção de preconceito antes de comprar o livro.

A historia não tem uma linha continua no tempo, ela começa pelo fim, aos 17 anos da personagem, vai para pouco antes do fim, seguida dos 15 anos da personagem ai vai pros 11 para depois saltar para os 16 e dai segue para o fim da historia (e em algum ponto da historia ela visita seus 14 anos) No começo eu tive alguns problemas com a linha do tempo mas depois me acostumei. E a historia se passa entre o Rio de Janeiro e a minha perfeita São Paulo.

Satine é uma personagem no mínimo original, ela se droga, bebe, se corta, gasta rios de dinheiro e é extremamente intensa em suas emoções. Uma garota bastante problemática, que no começo pode parecer pueril e que com o passar da historia agente vê que ela tem profundidade.

Uma coisa que me chamou muitooo a atenção foram as palavras e frases de efeito usadas pela autora. Eu fiquei de quatro pelo modo dela escrever, o jeito que ela usa as palavras torna a prosa uma poesia.

O livro é meio forte – recomendo aos mais fracos lê-ló com uma barra de chocolate ao alcance da mão – sem muitas descrições e sem muitos diálogos a maior parte do livro ela conta em discurso indireto os acontecimentos ou diserta sobre a vida e seus sofrimentos. Fugalaça é um livro que acaba se destacando dos demais seja pela capa, seja pelo historia ou seja pelo modo da Mayra Dias Gomes conta-lá.

1 de dez de 2010

Nerds - Sábado sem Noção

Teve dois lançamentos do ID que eu fiquei ansiosa para ler; Sábado sem Noção e Personal Demons: Amor Infernal. Eu escolhi postar sobre SsN porque achei q PD, ao menos na sinopse, parecido demais com Fallen.

Para a infelicidade da minha preguiça o livro é bem novo aqui no brasil então eu tive que apelar ao meu inglês.

Rebecca e Carlota, duas amigas inseparáveis. Rebecca é do tipo certinha. Ao conhecer Carlota descobre que a vida pode ser muito mais divertida. Carlota é do tipo rebelde. Ao conhecer Rebecca descobre a utilidade de ter uma amiga ajuizada. Ambas são fanzérrimas da revista Teen Spice, cujos conselhos nem sempre devem ser levados ao pé da letra… Juntas, Rebecca e Carlota vivem uma AVENTURA RADICAL , um passeio alucinante pelas delícias e perigos de uma cidade como Londres. Contado de dois pontos de vista diferentes, este SÁBADO SEM NOÇÃO envolve passeios de limusine, beijos, muitas encrencas e a descoberta do valor da amizade e da capacidade de perdoar.

Quanto à parte de perdoar eu tenho certeza que a Carlote pegou o namorado da Rebecca ( que no livro original se chama Bethany, juro que não entendi a necessidade de mudar o nome dela). O titulo originam é Extreme Kissing um trocadilho com um esporte que inspirou o livro Extrem Ironing (que eu juro que não faço ideia sobre o que seja).

O livro foi muito elogiado… (ainda não descobri se o livro é inglês ou americano, apesar de o nome da autora ser hispânico) e pela capa o livro tem cara de ser engraçado. Fiquei bastante entusiasmada com ele, provavelmente eu use o meu vale-presente de aniversario e o compre.