29 de mar de 2011

Nerds - Quando o raio cai

Quando o raio cai é o primeiro livro  da nova (nova aqui no Brasil) serie da Meg Cabot. Toda a serie já foi lançado nos EUA e é composta de 5 livros ao todo. A serie conta a historia de Jessica uma garota que foi atingida por um raio e depois de dormir ela sabe a localização exata de pessoas desaparecidas.

Jessica é uma garota normal, mas que sempre que provocada não vê problemas para bater. E foi para defender a amiga que ela bateu no jogador de futebol americano da escola. Isso lhe rendeu uma detenção, mas tudo bem, ela já estava acostumada com detenções e além disso tinha um motoqueiro mega gato e sempre estava na detenção também. Um dia voltando para casa Jess é atingida pelo raio e acaba com esse poder especial. Só que o tanto de ligações dela para o disque desaparecidos chama a atenção das autoridades. Logo todo o país sabe de seu poder e a mídia começa a assedia-la, ela acaba sendo obrigada a sair de casa porque os jornalistas estão atormentando demais seu irmão esquizofrênico. Mas isso não é o pior, Jess descobre que um dos garotos que ela deu a localização na verdade só tinha fugido de casa junto com a mãe porque seu pai era abusivo, agora Jess simplesmente tem que ajudar o garoto.

Eu acho a Meg uma escritora maravilhosa, divertida e com livros fáceis de se ler e Quando o Raio Cai tem um Q de rebeldia, do mesmo tipo que tem em A Mediadora (serie que eu amo e que se você nunca leu você realmente não sabe o que esta perdendo).

22 de mar de 2011

Nerds - Mil e Uma Noites de Silencio

Eu quero começar este post dizendo que eu não fui com a cara da protagonista. Ela é santinha demais para mim e depressiva demais para mim. Acho que a minha maior crise com ela foi a de eu estar me sentindo extremamente feliz e a personagem passar quase que o livro inteiro sozinha e com depressão.

O livro é contado em primeira pessoa pela Clara, uma garota religiosa (ao menos no começo do livro) que esta em crise porque sua mãe adotiva morreu (a mãe biológica a abandonou quando ela tinha dois meses). O grande problema de Clara é a solidão, mãe biológica a abandonou? Checked. O noivo a abandonou no altar? Checked. Mãe adotiva morreu de câncer? Checked. Sua atual melhor amiga morreu? Checked. Sua melhor amiga da faculdade sumiu? Checked. É, pensando bem eu acho que ela tem motivos para se sentir depressiva e sozinha.

Depois da morte dessa amiga Clara vai procurar a tal amiga desaparecida em Bangônia (A cidade é fictícia, mas pelos Tú que os personagens falam, eu imagino que fique no sul do país) e depois de alguns acontecimentos ela vai atrás da mãe biológica.

Eu li algumas resenhas dizendo que o livro é principalmente sobre solidão “levantava a bandeira da solidão perpetua” eu concordo, mas também acho que o livro diz muito sobre como as aparências enganam. Em MeUNdS, com algumas exceções, ninguém é o que aparenta ser.

O livro é contado de uma forma que eu adoro, com muita reflexão da personagem e recheado de frases dramáticas e inteligentes.

“Já era doutora em colocar meu próprio coração na geladeira”

Falando em inteligente… Não vou falar que foi o melhor final que eu já li (meu primeiro lugar sempre vai ser de …E o Vento Levou) mas puta que pariu Mayra Dias Gomes, a parte dos vinte e sete comprimidos e da escopolamina foram muito inteligentes.

Aproveitando que esse post vai ficar gigante, eu queria falar sobre a capa. Na capa tem uma mulher segurando uma mala cinza de viagem e ao lado tem uma daquelas caixinhas de levar bichicho de estimação na viagem (Ela tem um gato) e ao lado uma caixa preta (ela também tem uma caixa preta) no chão tem um jornal com a manchete Assassinato Brutal (Tem um assassinato no livro) atrás tem um chapéu de marinheiro (O Hank tem um chapéu de marinheiro) no canto superior esquerdo tem uma casa no alto da montanha que da medo (no livro também tem uma casa na montanha) e se você reparar no canto inferior esquerdo tem umas flores vermelhas, provavelmente margaridas, ou talvez Margarida (depois que você ler, você vai entender).

Eu gostei do livro, ele é totalmente diferente de Fugalaça, acho que se eu estivesse me sentindo depressiva e sozinha eu o teria apreciado muito mais e eu mal posso esperar pelo próximo livro da Mayra Dias Gomes.

14 de mar de 2011

Promoção - A Garota da Capa Vermelha

Ontem eu publiquei uma resenha da A Garota de Capa Vermelha aqui, e hoje nós teremos a promoção valendo o 1° capitulo de  AGdCV e um marca pagina.

Para participar é simples; Me siga no Twitter, siga a editora ID no Twitter e de um RT no link http://twitter.com/#!/giueisa/status/47382521251500032

O sorteio será realizado dia 18/3 lá pelas 21:00 horas. Boa sorte a

todos.

Obs: Desculpa pela foto, mas hoje eu não estou com muita paciência para isso.

13 de mar de 2011

Nerds - A Garota Da Capa Vermelha

A Garota Da Capa Vermelha foi uma ideia que o Leonardo (Irresistível) DiCaprio teve e ai resolveram transformar em um filme com a Catherine Hardwicke como diretora. Acontece que a Cath gostou da historia e achou que daria um bom livro, então ela perguntou para uma amiga (Sarah Blakley Cartwright) se ela não queria escrever uma versão gótica da historia da chapeuzinho vermelho.

Era uma vez uma garota que ia se casar com um ferreiro.

Era uma vez um lenhador que queria fugir com ela.

Era uma vez um lobo…

O corpo de uma garota é descoberto em um campo de trigo. Em sua carne mutilada, marcas de garras. O Lobo havia quebrado a paz. O inverno havia chegado mais cedo. Quando Valerie descobre que sua irmã foi assassinada pela lendária criatura, ela acaba mergulhando de forma irreversível em um grande mistério que vem amaldiçoando sua aldeia por gerações. A revelação vem com Father Solomon: A fera é um dos habitantes da aldeia. Todos se tornam suspeitos. Estaria Peter, sua paixão secreta desde a infância, envolvido nos ataques? Ou seria Henry, seu noivo, o Lobisomem que assola as redondezas? Ou, talvez, alguém mais próximo? Extremamente próximos…

O ponto principal no livro é o suspense, quem é o lobo? Será que é Peter? Os ataques começaram quando ele chegou na cidade. Será que é Henry? Afinal ele se sente diferente das pessoas da aldeia. Ou será que o lobo esta disfarçado como a vovozinha?

O livro é narrado em 3°pessoa de um forma sombria e inteligente. O livro provavelmente se passa durante a Idade Media, na época de caça as bruxas, na época em que todo mundo desconfiava de todo mundo, em que vizinho dedurava vizinho. Quando o Father Solomon anuncia que o lobo esta entre os habitantes da aldeia até o leitor é tomado pela desconfiança e agonia que as pessoas deveriam sentir durante aquela época.

O livro é bastante envolvente e uma ótima pedida para quem gosta de uma historia mais obscura. O único contra é o final; o livro acaba de um jeito que você fica “de verdade que é só isso?” mas ai você vira a pagina e “Será esse o verdadeiro final da historia de Valerie? Visite http://www.editoraid.com.br/agarotadacapavermelha e descubra.” só que esse final só sai daqui a 40 dias, 2 dias depois da estreia do filme. Falando no filme, aqui esta o trailer:

Obs: Amanha tem promoção de um marca página e do primeiro capítulo do A Garota Da Capa Vermelha

11 de mar de 2011

Nerds - Pegando Fogo

Outro dia olhando os posts antigos eu percebi que já fiz dois post para a Meg Cabot e nenhum só para um livro dela. Tanto por ser um dos livros que eu mais gosto quanto por hoje eu estar me sentindo meio Katie Ellison hoje eu vou postar sobre o livro Pegando Fogo.

Pegando fogo (tradução péssima do titulo) é sobre Katie, uma garota que mora em uma cidade do interior dos Estados Unidos e que tem um namorado maravilhoso que também é um corno maravilhoso. Como ela poderia dizer não às investidas de Eric ( outro que é muito gato)? E como ela poderia simplesmente terminar com o namorado quando todas as meninas queriam namorar com ele? E como ela poderia dizer que odeia Quahog ( o mascote da cidade) quando todo mundo adora? E nessa vida de pequenas mentiras (ou como eu digo para mamãe, pequenas omissões) que Tommy volta para a cidade. Tommy e Katie eram amigos quando crianças, mas teve um problema entre Tommy e as outras crianças e ele se mudou de cidade. Passa alguns anos e Tommy volta para a cidade, a primeira vez que Katie o vê é quando ele esta saindo do mar, eu preciso dizer que ele é mega gato e gotoso? Se Tommy e Katie se pegam durante o livro? O livro se chama Pegando Fogo, tirem suas própria conclusões.

Esse livro é um dos motivos por eu amar tanto a Meg. É engraçado, é romântico, tem um pouquinho de drama, os personagens são legais e é do tipo fácil de se ler. Em resumo; é aquele romance bobinho que você PRECISA ter na sua estante.

4 de mar de 2011

Nerds - Bubble Gum

Primeiro eu queria agradecer a todos que participaram da promoção dos marcadores da ID e parabenizar a @vivianeLinares ganhadora da promoção. http://sorteie.me/1FcG3E

Bubble Gum é um dos livros mais geniais que eu já li, eu não esperava muito dele mais eu me surpreendi muito, principalmente com o final

BG é da escritora francesa Lolita Pille ( HELL Paris – 75016 e Cidade da Penumbra) que escreveu esse livro apenas uma ano depois de seu primeiro lançamento. Mas mesmo tendo somente o espaço de um ano da para perceber que a autora ficou muito mais madura. O numero de palavras difíceis aumentou, a historia ficou maior, com mais conteúdo e mais intensa. No geral eu gostei bem mais de BG do que de Hell

O livro é realmente maravilhoso, de verdade se você tiver oportunidade compre-o. Como eu estou meio sem tempo aqui vai a sinopse da Livraria Cultura.

Dois personagens se encontram e se confrontam em 'Bubble Gum'. Manon, uma jovem provinciana, bonita e entediada, que sai do sul da França para tentar a vida como modelo em Paris, começando como garçonete; e Derek Delano - herdeiro de uma multinacional do petróleo, aristocrata 'blasé' cujo maior prazer é comprar e manipular as pessoas em jogos cruéis. Atraído por Manon, Derek é seduzido pela ideia de corrompe-lá, de estragar seu destino. Afinal de contas, numa vida esvaziada de sentido, a destruição de um ser inocente é um projeto de vida que faz tanto sentido como qualquer outro. Graças a ele, Manon realiza o sonho de brilhar como modelo e atriz, mas ao preço da dependência de antidepressivos, cocaína e outros vícios. Mas logo se dá conta da armadilha em que caiu e planeja uma vingança.