19 de abr de 2011

Nerds - Agua Para Elefantes

Ultimamente eu ando tão chata com livro que as vezes eu acho melhor nem escrever no blog. Me pergunto se o problema sou eu ou é o livro. Mas tudo bem, é a vida, mesmo odiando eu vou fazer uma resenha negativa.

Desde que perdeu sua esposa, Jacob Jankowski vive numa casa de repouso, cercado por senhoras simpáticas, enfermeiras solícitas e fantasmas do passado. Por 70 anos Jacob guardou um segredo. Ele nunca falou a ninguém sobre os anos de sua juventude em que trabalhou no circo. Até agora.

Aos 23 anos, Jacob era um estudante de veterinária. Mas sua sorte muda quando seus pais morrem num acidente de carro. Órfão, sem dinheiro e sem ter para onde ir, ele deixa a faculdade antes de prestar os exames finais e acaba pulando em um trem em movimento - o Esquadrão Voador do circo Irmãos Benzini, o Maior Espetáculo da Terra.

Admitido para cuidar dos animais, Jacob sofrerá nas mãos do Tio Al, o empresário tirano do circo, e de August, o ora encantador, ora intratável chefe do setor dos animais.

É também sob as lonas dos Irmãos Benzini que Jacob vai se apaixonar duas vezes: primeiro por Marlena, a bela estrela do número dos cavalos e esposa de August, e depois por Rosie, a elefanta aparentemente estúpida que deveria ser a salvação do circo.

Eu achei a parte que é o Jacob velho falando bem contada, ele fala que tem 93 anos mas que todos o tratam como se tivesse 5 e que apesar da idade avançada ele ainda é lucido só que miguem percebe isso, se bem que a parte da lucidez é questionável, já que é o próprio Jacob que conta a historia. Também adorei a parte dos palavrões, eu já estava cansada dos tradutores tirarem palavrões para a faixa etária do livro abaixar.

Eu não sei se é por já ter lido Salto Mortal que eu achei APE tão sem sal ou se APE realmente é sem sal. O livro tem romance, mas nada como Crepúsculo, o livro tem drama, mas nada como E O Vento Levou, o livro é um pouco detalhista, mas nada como aqueles livrinhos de banca. Não me lembro de ter dado uma risada se quer durante o livro e eu não achei o final do livro bom.

O livro virou filme e pelo que eu vi em alguns sites a sua estreia aqui no Brasil será no dia 29 de abril, mas não achei nada nos sites da Ucicinemas nem do Cinemark. O irônico é que mesmo não tendo gostado do livro eu ainda quero ver o filme. E falando em ironia, alguém mais achou irônico o Robert Pattinson, o eterno Edward, interpretar alguém chamado Jacob?

Nenhum comentário:

Postar um comentário